12 de mai de 2012

PARA VIVER MELHOR

     Todos estamos em busca de paz, saúde, felicidade e segurança; muitos acreditam que essas coisas são dependentes de circunstâncias externas, outros afirmam que devemos conquistá-las com nosso modo de viver, através dos pensamentos. Penso que podemos encontrá-las dentro de nós, em nossa consciência e para tanto é preciso antes acreditarmos, em seguida um desejo em buscar o autoconhecimento, identificarmos nossas dificuldades e fazermos o possível para eliminá-las. Portanto, a necessidade de transformação deve ser constante.  

     Cada ser deve buscar em seu interior essas características, com coragem e vontade de mudar. A  Psicoterapia Reencarnacionista é a terapia da reforma interior, através  de sessões de regressão trabalha nossa personalidade congênita. Para aqueles que, por algum motivo, não querem fazer essa terapia, há a possibilidade de um outro trabalho, chamado Instrução de Autoconhecimento, que desenvolvo através da Internet, via skype, facebook ou msn.    

     Porém, há também um método simples de fazermos mudanças e vivermos melhor, é o aprendizado do perdão e tolerância nas mais diversas situações; é claro que apesar de simples, nem sempre é fácil, ao contrário, uma lição cristã muito difícil para a maioria de nós.  Deixo aqui um texto valioso para reflexão, compreensão e quem sabe assimilação:

PARA VIVER MELHOR 
A importância do perdão, de modo geral, ainda não foi claramente compreendida pelos companheiros domiciliados no Plano Físico.
O espírito, em estágio na Terra, é um inquilino do corpo em que reside transitoriamente. Imaginemos o usufrutuário da moradia a martelar estruturas da sua própria casa, em momentos de revolta e azedume. quanto mais repetidos os acessos de amargura e ressentimento, mas ampla a depredação em prejuízo próprio. 
Esse é o quadro exato da criatura, habituada às reações negativas, nos instantes de prova ou desagrado. Daí nascem muitas das moléstias obscuras, diagnosticáveis ou não, agravando as condições do veículo físico, já de si mesmo frágil e vulnerável, embora maravilhasamente constituído. 
Se tens mágoa contra alguém, observa que esse alguém não terá agido com os teus conceitos e pensamentos. O amor nos vinculará sempre a determinado grupo de pessoas, entretanto, em nosso próprio benefício, amemo-las, tais quais são, sem exigir que nos amem, sob pena de cairmos frequentemente em desequilíbrio e abatimento. Doemos alma e coração aos seres queridos, sem escravizá-los a nós e sem nos escrevizarmos a eles. 
Perdão e tolerância são alavancas de sustentação da nossa paz íntima. Desculpar faltas e agravos será libertar-nos de choques e golpes que vibraríamos sobre nós mesmo, criando em nós e para nós, dilapidações e doenças de resultados imprevisíveis. 
Ensinou-nos o Cristo: - "Perdoa não sete vezes mas setenta vezes sete vezes." Isso, na essência, quer dizer que não somente nos cabe esquecer as ofensas recebidas em proveito próprio, mas também significa que seria ilógico disputar atenção e carinho daqueles que porventura nos agridam, já compromissados, por eles mesmo, nas equações infelizes das atitudes a que se afeiçoem.
Em suma, para quem quiser na Terra trabalhar e progredir com mais saúde e paz, alegria e segurança, vale a pena perdoar constantemente para viver sempre melhor.
Do livro AMIGO - autor espiritual Emmanuel
psicografado por Francisco Cândido Xavier 




Transformando nossas vidas


Ieda Perez




Se quiser, também poderá ler: 






Nenhum comentário:

Postar um comentário

Deixe seu comentário:

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...